27 fevereiro 2012


Primeiro dia de Aula

4


Hannah com a vovozinha que chorou de emoção..

 


Hoje foi o primeiro dia de aula de Hannah, em função da greve dos policiais e também de algumas reformas que a Escola fez a programação atrasou um pouco e só iniciou hoje.


Ontem fiquei até tarde forrando os livros e organizando a mochila.

A mochila contempla além dos livros é claro....

• Sabonete

• Escova de dente

• Creme dental

• Pente

• Toalinha com as iniciais

• Colônia

• Lenços umedecidos

• Coloquei uma roupa/calçinha ( sabe criança como é se suja fácil )


A escola tem uma programação ótima e ensina a criança os princípios básicos de higiêne, a criança nesta fase vai aprendendo as mínimas coisas..

O período se resume em estar com os outros. “Aprendem a ser e a conviver. É a fase do ‘como’: como eu escovo os dentes, como eu lavo as mãos, como eu seguro o lápis, como eu brinco,como eu corro,como eu pulo. Ou seja: ‘como sou’, ‘como devo ser’ e ‘como faço para ser’”, diz Karina Rizek Lopes, coordenadora da Área de Educação Infantil da Secretaria de Educação Básica do MEC. “Além do desenvolvimento físico da criança, também acontece o psíquico e o do caráter”, afirma Quézia Bombonatto, vice-presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia.



A Lancheira mamãe colocou um suco natural de graviola e cacau + uma água de coco ( caso não goste do suco ) + 04 goiabinhas + um danoninho.... ( muita comida né.... eu fico preocupada... sabe mãe como é ....).

Foi a turma lá de casa toda levá-la para a escola até Ancelminho também foi, minha mãe também não podia faltar, estava mais empolgada com a escola do que Hannah.



Amanhã conto as novidades + fotos...

24 fevereiro 2012


dois bebês e um carrinho

2



Quem fez essa arte de colocar meus filhos apertadinhos no carrinho foi a babá, junto com meu marido.

Meio sumida..

2
Oi pessoal estava meio sumida, não estava pulando carnaval não, estava estes dias em casa com as crianças.


Foi uma semana muito boa, aproveitei para dar mais atenção ás crianças.

Ancelmo havia emagrecido devido as constantes trocas de babás, passei um sufoco, meu filho está bem magrinho.

Ele não gosta de mamadeira e as benditas das babás davam a comida na colherzinha e se ele rejeitasse, elas simplesmente não insistiam mais.

Eu estava dando papinha de fruta ás 05:00 da manhã, antes de ir trabalhar já para garantir que ele teria uma refeição completa, estava com o coração na mão, durante á noite ele mamava bastante, era o que me tranquilizava.

Um conselho para mães que têm filhos pequenos e desejam ter outro filho, organizem bem a vida de vcs antes de engravidar, pois é muito complicado, nós precisamos dar atenção a duas crianças, é uma responsabilidade enorme. Meu filho de 10 meses não gosta de mamadeira, por isso não é qualquer pessoa que pode trabalhar de babá, precisa ter paciência e muito jogo de cintura.

Para o meu filho comer eu ando a casa toda, brinco, coloco panelas no chão para distraí-lo, ele come tudo, papinha de frutas, verduras, suco...Porque mãe é mãe .. sabe como é...

Hannah estava bem gordinha, comendo de tudo, estava super feliz, mas na semana passada ficou 03 dias doentinha, com muita febre.

Por isso minha ausência do blog.

Estes dias a atenção é só deles.
Tem dias que agente está como a foto abaixo, parece que agente carrega o mundo nas costas..




Mensagem

CHORO DE MULHER



"Um garotinho perguntou à sua mãe:
- Mamãe, por que você está chorando?
E ela respondeu:
- Porque sou mulher...
- Mas... eu não entendo.
A mãe se inclinou para ele, abraçou-o e disse:
- Meu amor, você jamais irá entender! ...
Mais tarde o menininho perguntou ao pai:
- Papai, por que mamãe às vezes chora, sem motivo?
O homem respondeu:
- Todas as mulheres sempre choram sem nenhum motivo....
Era tudo o que o pai era capaz de responder
O garotinho cresceu e se tornou um homem. E, de vez em quando, fazia a si mesmo a pergunta:
Por que será que as mulheres choram, sem ter motivo para isso?
Certo dia esse homem se ajoelhou e perguntou a Deus:
- Senhor, diga-me... Por que as mulheres choram com tanta facilidade?
E Deus lhe disse:
- Quando eu criei a mulher, tinha de fazer algo muito especial. Fiz seus ombros suficientemente fortes, capazes de suportar o peso do mundo inteiro... Porém suficientemente suaves para confortá-lo!
- Dei a ela uma imensa força interior, para que pudesse suportar as dores da maternidade e também o desprezo que muitas vezes provém de seus próprios filhos!
- Dei-lhe a fortaleza que lhe permite continuar sempre a cuidar da sua família, sem se queixar, apesar das enfermidades e do cansaço, até mesmo quando outros entregam os pontos!
- Dei-lhe sensibilidade para amar seus filhos, em qualquer circunstância, mesmo quando esses filhos a tenham magoado muito ... Essa sensibilidade lhe permite afugentar qualquer tristeza, choro ou sofrimento da criança, e compartilhar as ansiedades, dúvidas e medos da adolescência!
- Porém, para que possa suportar tudo isso, Meu filho... Eu lhe dei as lágrimas, e são exclusivamente suas, para usá-las quando precisar. Ao derramá-las, a mulher verte em cada lágrima um pouquinho de amor. Essas gotas de amor desvanecem no ar e salvam a humanidade!
O homem respondeu com um profundo suspiro...
- Agora eu compreendo o sentimento de minha mãe, de minha irmã, de minha esposa...
- Obrigado, Meu Deus, por teres criado a mulher."

17 fevereiro 2012


Mesa Bobina

4
Hannah ama desenhar, só que nas mesas comuns, o papel toda hora cai no chão.
Uma criança de 02 anos e 04 meses ainda está trabalhando a habilidade de coordenar os movimentos.
Olha só que mesa legal, o papel fica preso numa bobina e não cai.
Estou pensando em comprar para a turminha lá de casa..
Dica para vcs..

Super interessante....


um beijão!

16 fevereiro 2012


Seu filho não é super-herói

3


 

Criança apronta, bagunça, ás vezes parece que eles tem super poderes, num piscar de olhos eles já estão fazendo alguma coisa que vc nem imagina..
Toda atenção é pouca...

Segue matéria muito interessante sobre a prevenção de acidentes com crianças.
 
 
A cada ano que passa, milhares de crianças e adolescentes acidentam-se,
e sempre é muito difícil sabermos identificar os riscos e preveni-los.
Garantir a segurança é algo imprescindível, pois a criança necessita de proteção constante.
Uma criança normal pode tornar-se um incapacitado permanentemente por causa de um acidente, em apenas segundos. Evitar que isso aconteça é que consiste a nossa vigilância. Todo acidente é evitável e a prevenção sempre é o melhor remédio. Para cada faixa etária teremos riscos diversos:



Até 6 meses:
  • Cuidado com queimaduras na hora do banho do bebê, verificando sempre a água do banho com o cotovelo, antes de banhá-lo.
  • Não beber líquidos quentes com seu filho no colo.
  • Cuidado com quedas, mantendo o bebê em berço ou cercadinho, pois está adquirindo habilidade em virar-se e muito cuidado em não deixar objetos ao seu alcance, pois podem causar asfixia ou sufocação.
  • Não transporte seu bebê em veículo, no colo, no assento dianteiro. Use cadeirinha apropriada, seguindo as instruções do fabricante.



Entre 7-12 meses:

Nesta idade começam a engatinhar, ficam em pé e até podem começar a andar.
Cuidado: Tudo vai para a boca. Os brinquedos devem ser grandes o bastante para não serem engolidos e resistentes para não quebrarem.
  • Nunca deixe seu filho sozinho em um banheiro, devido risco de afogamento em segundos. A cozinha é uma área de alto-risco e deve ser evitada. É o local mais perigoso da casa. Coloque um bloqueio para a cozinha. Use as “bocas” de trás do fogão, com os cabos das panelas voltados pra trás.
  • Cuidado com as tábuas de passar roupa, pois podem ser puxadas para baixo.
  • Manter fora do alcance todo e qualquer produto de limpeza. Mantenha todos os produtos em suas embalagens originais. Nunca diga que remédio é doce. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance e visão da criança.
  • Não ponha gravatas ou cordões de chupetas ao redor do pescoço da criança.
  • Use portas ou portões nas escadarias.
  • Abaixe o estrado do berço quando o bebê começar a sentar ou ficar de pé.
  • Proteja as tomadas e mantenha sempre objetos cortantes, como facas e tesouras, fora do alcance da criança.
  • Use tapetes não derrapantes no banheiro.
  • Instale grades ou redes de proteção em todas as janelas.



À medida que as crianças vão crescendo, entre 2 e 3 anos, elas começam a entender melhor o que se ensina, mas ainda não sabem o que é perigoso. Necessitam de proteção, supervisão e disciplina firme.

Segure sempre a mão da criança na calçada e ao atravessar a rua.
Mantenha fósforos e acendedores de cigarros fora do alcance, assim como álcool.
Se seu filho deglutir uma substância não alimentar, tenha sempre os números de telefone de seu pediatra, de seu hospital e do Centro de Controle de Intoxicações.



Lembre-se: Cuidado nunca é excessivo. Como já foi dito, a PREVENÇÃO continua sendo o melhor remédio.

Essa matéria é originária DAQUI.







14 fevereiro 2012


Esperança..

2

Eu hoje estou assim....
Pensando na vida....

"Suba o primeiro degrau com fé.


Você não tem que ver toda a escada.

Você só precisa dar o primeiro passo."



((Martin Luther King))

13 fevereiro 2012


Família

0



Família! Família!


Papai, mamãe, titia

Família! Família!

Almoça junto todo dia

Nunca perde essa mania...



Mas quando a filha

Quer fugir de casa

Precisa descolar um ganha-pão

Filha de família se não casa

Papai, mamãe

Não dão nem um tostão...



Família êh! Família ah!

Família! oh! êh! êh! êh!

Família êh! Família ah!

Família!...






Família! Família!

Vovô, vovó, sobrinha

Família! Família!

Janta junto todo dia

Nunca perde essa mania...



Mas quando o nenêm

Fica doente

Uô! Uô!

Procura uma farmácia de plantão

O choro do nenêm é estridente

Uô! Uô!

Assim não dá pra ver televisão...






Família êh! Família ah!

Família! oh! êh! êh! êh!

Família êh! Família ah!

Família! hiá! hiá! hiá!...



Família! Família!

Cachorro, gato, galinha

Família! Família!

Vive junto todo dia

Nunca perde essa mania...



A mãe morre de medo de barata

Uô! Uô!

O pai vive com medo de ladrão

Jogaram inseticida pela casa

Uô! Uô!

Botaram cadeado no portão...



Família êh! Família ah!

Família!

Família êh! Familia ah!

Família! oh! êh! êh! êh!

Família êh! Família ah!

Família! hiá! hiá! hiá!...




Palmada educa?

1





Bater, gritar, chacoalhar a criança na hora de um ataque de birra. Com certeza, você já presenciou uma cena dessa em algum momento. O que você achou? Agressivo, né? Pois bem. Infelizmente, essas “técnicas” para mudar o comportamento de um filho continuam firmes e fortes no dia a dia de algumas famílias. E comentários do tipo “não concordo em espancar, só dou um tapinha na mão” são fáceis quando o assunto palmada é foco de alguma nova reportagem. Faz parte desta lista o “apanhei e não sou revoltado”, e por aí vai. OK. Você apanhou e hoje está batendo...




É exatamente esse ato-reflexo da agressividade a conclusão de um novo estudo publicado no Canadian Medical Association Journal. Após uma revisão de 20 anos de pesquisas sobre o assunto, cientistas da Universidade de Manitoba constataram que nenhuma das pesquisas durante esse período sobre o impacto da palmada mostrou qualquer benefício da agressão como forma de educar. E mais: crianças que apanharam na infância tornam-se agressivas, hoje e no futuro, seja com amigos, irmãos, companheiros, parentes, na faculdade, no trabalho. Sim, elas vão repetir o que aprenderam quando pequenas.

Se você apanhou, também deve se lembrar bem do sentimento que tinha naquela hora. “A criança que sofre agressão se sente rejeitada pelos pais, e isso contribui para sua baixa autoestima, transtornos de ansiedade, depressão, estresse”, afirma Gustavo Teixeira, psiquiatra e autor dos livros Manual Antibullying e Desatentos e Hiperativos (ambos da Ed. BestSeller). Além disso, a autoestima devastada de uma criança a torna alvo de bullying como também é mais fácil ela se tornar o agressor.




Ainda assim, mediante tanta informação e tanta comprovação do quanto ser agressivo com o filho só traz resultados negativos isso ainda é tão forte na sociedade. Por quê? “Por resistência, negação do problema, desinteresse em mudar, pressa em uma solução rápida, com péssimos resultados depois”, reforça Gustavo. Não tem segredo. Para educar uma criança, é preciso paciência, persistência, tempo e carinho. “Eu continuo sempre acreditando que uma hora isso vai mudar”, diz Gustavo. Nós aqui também!

Retirado daqui.

Leia mais sobre o tema aqui.



10 fevereiro 2012


Qual o creme dental mais indicado para as crianças: com ou sem flúor?

5


Encontrei uma matéria super legal sobre o uso de cremes dentais para crianças no Blog do tio dentista.
Segue matéria.

Qual o creme dental mais indicado para as crianças: com ou sem flúor?


Aliás, uma dúvida bastante comum entre papais e mamães quando chega o momento de iniciar a escovação dos filhotes. Diante de tantas opções (e são muitas mesmo!), qual a melhor?
Que o flúor tem uma ação preventiva muito eficaz contra as cáries, isso não se discute. Entretanto, há alguns anos, colocou-se em cheque se a quantidade de flúor presente nas pastas de dentes infantis era capaz de causar manchas nos dentes em formação, a fluorose.
Criança muito pequena, até por volta dos 3 ou 4 anos, não têm coordenação suficiente para cuspir. Resultado: acabam engolindo a pasta que estava na escova. Pra essa turminha, então, a indústria desenvolveu os cremes dentais SEM FLÚOR. Se não tem flúor pra ser ingerido, não tem o risco de manchas, certo? Certo! Mas e a proteção contra as cáries, onde é que fica?
Pensando nisso, optou-se por produzir cremes dentais infantis com uma quantidade reduzida de flúor – aproximadamente a metade da quantidade das pastas convencionais. Ora, problema resolvido então! A pastinha tem um pouquinho de flúor que, se ingerido não vai fazer mal e, ainda por cima, ajuda na prevenção! E essa tem sido a tônica do mercado de cremes dentais para a molecada: embalagens chamativas, com personagens dos mais diversos desenhos animados, um sabor delicioso e uma quantidade reduzida de flúor. Mas as coisas já não são bem assim.
Uma recente pesquisa realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), divulgada pela Associação Brasileira de Odontopediatria, “indicou que os cremes dentais com baixa concentração de flúor não são tão eficientes contra as cáries como os dentifrícios convencionais. Pior: também podem não evitar a fluorose.”
De acordo com o estudo, não é a concentração de flúor que vai determinar a ocorrência de fluorose, e sim, a ingestão de grande quantidade de creme dental pela criança A fluorose é um efeito do flúor sistêmico, e não de sua aplicação local. E só pra lembrar: estas manchas só vão ocorrer – SE OCORREREM – nos dentes permanentes, e não nos dentes de leite, pois estes já estão totalmente formados.
Então, o que você recomenda?

Sinceramente, recomendo que leve a criança a um (a) odontopediatra para que ele (a) possa fazer uma avaliação. Cada caso é um caso! Crianças que têm um baixo risco de cárie, uma dieta saudável e uma boa higienização até podem se dar o luxo de usar cremes dentais sem flúor. Entretanto, aquelas com uma dieta rica em açúcar e higiene bucal precária, são crianças que têm um alto risco de desenvolver cárie. Nesses casos, o flúor é indispensável em seu papel preventivo! Somente o dentista é capaz de avaliar a necessidade de cada criança.

Mais uma recomendação importante: a quantidade de pasta na escova deve ser mínima! Do tamanho de um grão de ervilha ou de arroz.

De qualquer forma, busque orientação especializada. Só assim você terá a certeza de estar fazendo o melhor para a sua criança!

08 fevereiro 2012


Relato de parto do meu blog- Blogagem coletiva

1


Como o meu blog nasceu?


Eu vivia na internet pesquisando coisas sobre bebês, criação, parto, amamentação.. enfim estava buscando experiências de ourtras mães e comparando o desenvolvimento de minha filha que na época tinha apenas 08 meses.

A minha primeira postagem foi em 04/08/2010, o primeiro blog que eu conheci foi o "Aprendendo a ser mãe", conheci este blog meio que por acaso, pesquisando no GOOGLE sobre assuntos envolvendo o mundo materno, todos os dias abria o blog e fui me apaixonando pela blogosfera e sua diversidade...

O blog pra mim foi uma válvula de scape, uma forma de deixar o stress de lado, uma diversão, sempre que tenho um tempinho rodo o mundo em alguns minutos através do blog, conheci pessoas de portugal, do japão, Estados Unidos, o mundo todo....rsrs..



Cada dia uma novidade, hoje tenho uma relação de blogs que visito diariamente e assim fui criando um laço de amizade na blogosfera, não vou citar blogs porque amo todos e tenho um maior carinho.

Hoje o blog é um filho mais novo, que eu tenho um maior carinho, penso um dia trabalhar para ter uma renda através do blog, mas atualmente não tenho tempo hábil para isso, no entanto idéias não me faltam.



Um grande beijo!



Ságna é mãe de dois filhos, esposa, administradora de empresas e blogueira.

Mais um Mesversário!

1



Oi pessoal,




Estava meio sumida do blog, alguns probleminhas para resolver, enfim fiquei meio jururu.

Mas maior é Deus.

Vamos lá......

Ancelmo fez 10 meses hoje, estava meio frebil já há dois dias, dois dentinhos estão nascendo, uma coisa mais gostosa do mundo.

Hannah fez 02 anos e 04 meses, está super traquina, nós estamos morando no primeiro andar, pois fiz uma reforma em minha casa, resultado, ela joga tudo pela janela  no quintal do vizinho ( jogou uma bola grande, três pentes, o perfume, várias xuxinhas, uns 05 legos de montar, várias sandálias a dela e a do irmão... ).

Enfim, estou como diz aqui na Bahia: " o pó da rabiola " ( a poeira que fica no rabinho das pipas ).

Ela agora pega as panelas e os copos e diz que está fazendo papinha, gagau, comidinha do irmão, tenta ligar até o fogão.

Pula na cama umas 30 vezes por dia, entra no banheiro e abre a torneira e fica lavando a mão, sobe no pufh, sobe na mesa, futuca as minhas coisas, abre minha carteira, pega o dinheiro e saí correndo para comprar jujuba....



Oh... se não for asssim não é criança.





Beijos para todas as amigas que sempre aparecem por aqui.

03 fevereiro 2012


Um indiozinho

5
Ancelmo andou com 09 meses e está andando por todos os lados.

Até já desce da cama sozinho, acreditem, não estou mentindo.... minha filha andou com 10 meses, eu tinha uma maior neurose, não deixava a criança no chão, era uma bobagem só... sabe como é o primeiro filho...
Já o segundo agente não esquenta.. deixa andar pela casa toda....
Começou meio sem jeito e já está se aperfeiçoando a cada dia...
Depois vou colocar um vídeo para vcs ..
Ele aprendeu a imitar um indiozinho, agente fala " Ancelmo imita o indiozinho".. ele coloca a mão na bola e faz uh..uh..
Está uma coisa fofa, mas muito teimoso e manhoso, até para colocar a fralda é um sufoco.
Hannah e Ancelmo estão super amigos, os dois andam pela casa de mãos dadas, é um maior amor.
Outro dia Hannah esqueceu e acabou fazendo coco na calçinha ( detalhe ela não usa mais fraldas há um bom tempo ), quando eu vi o Ancelmo havia pegando uma bolinha de coco e ficou esfregando pelo chão.
Pense... eu fiquei.....ah!... nei sei o que falar...
Respirei fundo e dei banho nos dois..
Mãe sofre.....


Agora deixa eu ir que hoje é correria.... fui...



Depois agente se fala...







beijo.

01 fevereiro 2012


Mãe que defendia parto residencial morre após dar à luz filha em casa

4


Uma mãe que era defensora dos partos feitos em casa morreu após o nascimento de Zahra, sua segunda filha, em Melbourne, na Austrália. Caroline Lovell tinha 36 anos e estava na companhia de parteiras. Paramédicos chegaram a ser convocados, mas ao chegarem na casa da australiana já era tarde.

 As informações são do jornal britânico "Daily Mail".

Acredito que o parto domiciliar, é uma escolha da mãe, mas deve ser muito bem planejado e deve ter orientação de profissionais gabaritados no assunto, para garantir segurança para mãe e filho...
Nós da blogosfera sentimos grande pesar.


Leia aqui a matéria..