07 novembro 2012


Andador para bebê, pode? ou não pode?

1


Estava olhando essa foto de Hannah, acho que ela tinha uns  uns 06 meses, veja o tamanho  da besteira que fiz, vcs sabem.. mamãe de primeira viagem, é assim mesmo, vejam a reportagem abaixo:

Colocar um bebê num andador é como dar uma Ferrari a um adolescente: o risco de acidente é enorme. Tanto que, em abril de 2007, o Canadá proibiu esse tipo de equipamento.




Dados britânicos também mostram que o andador é o equipamento infantil que mais provoca acidentes e lesões, em especial devido à velocidade que os bebês podem atingir.



A maioria dos acidentes acontece quando o bebê tromba em alguma coisa, encontra um degrau ou um obstáculo e o andador vira. Um simples sapato ou brinquedo no meio do chão já pode causar esse tipo de acidente. Em geral, a primeira parte do corpo do bebê a ser atingida em um acidente com andador é a cabeça, podendo haver traumatismos cranianos de diversas proporções -- desde leves, sem consequências, até bem mais graves e, em casos extremos, fatais.



Outro perigo é a falsa sensação de segurança que o andador transmite a quem está tomando conta da criança. Como ela está presa no andador, as pessoas tendem a deixá-la por mais tempo sozinha, quando na verdade deveria acontecer justamente o contrário. O bebê provavelmente fica mais seguro se está no chão, desde que o ambiente tenha sido preparado para ele.



Além disso, os andadores não contribuem nada para a criança aprender a andar. Na verdade, podem até atrasar um pouco o processo. Para atingir os marcos do desenvolvimento, o bebê precisa passar pelas fases de rolar, sentar, engatinhar (é verdade que alguns pulam essa fase) e brincar no chão.



Segundo o pediatra Paulo Sérgio de Barros Ferreira, "os estímulos proporcionados pelo andador são inadequados quando comparados com aqueles mais instintivos dados pelos pais que acompanham a criança nos seus primeiros passos".



"Algumas crianças que utilizam andador por muito tempo tornam-se mais inseguras no momento em que precisam andar sem qualquer apoio, demorando mais tempo ainda para poder andar sozinhas", diz o médico.



Se você quiser mesmo usar um andador, leve em conta que eles só são adequados para bebês de mais de 9 meses, que já sentem e engatinhem, e que a criança deve ficar sob vigilância máxima quando estiver nele. Além disso, o tempo de uso precisa ser limitado.



Melhor mesmo é deixar o bebê explorar e se divertir no chão.

Matéria retirada daqui

1 comentários:

Recanto das Mamães Blogueiras disse...

Olá Ságna,
Cada criança tem mesmo o seu tempo, com o andador a mamãe precisa estar de olho o tempo todo para evitar os acidentes.
Mas com toda mãe é assim, erramos mas também acertamos muito!
Uma linda a Hannah!
Beijos
Equipe Recanto

Postar um comentário

Eu amo comentários,sua opinião sobre a matéria é muito importante. Comenta aí....